Queridas Irmãs e Irmãos! É Natal!

No princípio era a Palavra e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus. E a Palavra se fez carne e habitou entre nós (Jo 1, 1.14).

 

Queridas Irmãs e Irmãos!

É Natal!

         Natal é, portanto, o maior presente, o melhor que o Pai do Céu nos poderia conceder. Jesus é o Filho de Deus, aquele que, sendo a imagem do Pai, nos diz como Deus é. Deus aparece na gruta de Belém, um frágil menino, a nossa carne humana, um irmãozinho nosso, igualzinho a nós, para a nossa salvação. Celebrar o Natal é estar em sintonia com o Deus verdadeiro, um Deus feito criança, com a luz que desfaz as trevas, prontos para deixarmo-nos iluminar e para levarmos essa luz a quantos pudermos alcançar. O Natal não é uma festa de fim de ano, um tempo que se repete como de costume. Festas, presentes, comidas bem apetitosas. Não. Natal é receber Jesus, como se fosse naquela primeira noite santa, viver a grande alegria do encontro com Deus Menino, inocente, sorrindo para você, para mim. Ele vai falar ao nosso coração: Vim só por seu amor, para não lhe deixar sozinho(a). Conte isto a todos que você conhece e que mais ama e traga-os todos a mim, eu sou o único que pode dar a Paz, a alegria e a felicidade. Isto é Natal!

         Fraternalmente, desejamos-lhes Feliz Natal e abençoado Ano Novo.

Irmã Silma Maria de Araújo-cfa

Superiora Geral